6 Comentários

Esclarecimento do Movimento Quem Dera Ser Um Peixe ao jornalista Roberto Maciel

Esclarecimento do Movimento Quem Dera Ser Um Peixe ao jornalista Roberto Maciel, pelo texto, intitulado A nova e cavilosa manobra do PSOL: aproveitar o Acquário para ganhar espaço nas eleições. Ou vice versa, publicado no dia 27 de abril.

Caro jornalista,

Faremos uso do espaço que nos é cedido, mais uma vez, a fim de esclarecer e reforçar que o movimento Quem dera ser um peixe é UM MOVIMENTO SUPRAPARTIDÁRIO, composto por cidadãos de Fortaleza.

Mas somos SIM, um movimento político, porque estamos interessados em questionar o investimento de um alto montante de recursos públicos feito em uma obra que não consideramos prioritária para a cidade, além de se constituir num processo repleto de irregularidades.

O movimento Quem dera ser um peixe NUNCA foi criado, gerido, financiado ou sequer articulado pelo PSOL, nem por qualquer outro partido político. Isso não nos impede, no entanto, de aceitar o apoio daqueles que se constituem como oposição a tal obra, em qualquer instância da sociedade.

Se contamos com o apoio do vereador João Alfredo, contamos igualmente com o apoio de várias instituições e pessoas, como professores, artistas, sociólogos, arquitetos, arqueólogos, advogados, dentre outros. E não enxergamos nisso qualquer incoerência. Pelo contrario, entendemos que nos colocamos em pleno exercício de cidadania, investindo em novos processos de organização e mobilização, perfeitamente legítimos.

Muitos são os equívocos no artigo que aqui se apresenta, evidenciando sua desinformação acerca dos fatos descritos – preferimos pensar em desinformação, e não em má fé. Muitas das ações descritas como sendo do PSOL, foram na realidade do movimento Quem dera ser um peixe.

A questão é muito maior do que a obra de um aquário, trata-se da transparência na utilização dos recursos públicos, da definição de prioridades de uma gestão e do direito da população de participar ativamente dessas decisões. E apesar de nossas atitudes serem frequentemente reduzidas, por alguns comentadores, a “atitudes meramente eleitoreiras” ou ainda situadas no âmbito da ingenuidade ou do oportunismo, mesmo assim persistimos, estamos aqui!

É dessa forma, exercitando a cidadania através de todos os dispositivos de que dispomos, que tentamos cumprir o papel que nos cabe nesse latifúndio, permanecendo atentos, buscando novos parâmetros, refletindo, fiscalizando, investigando e denunciando. E esperamos que possa cumprir vosso papel de forma mais consequente e ética, com menos especulação, contribuindo para a construção de um debate mais qualificado, como é a função de um bom jornalismo.

Anúncios

6 comentários em “Esclarecimento do Movimento Quem Dera Ser Um Peixe ao jornalista Roberto Maciel

  1. É importante que deixemos acessa o levante ao pensamento coletivo voltado para a cidade. Todo e qualquer cidadão é bem vindo a se agregar, independente de partido, cor, região….é algo supra. É para um bem maior, da cidade. Deixemos de ingenuidades políticas e de buscar uma fala simplória (no caso do jornalismo comentando). Abraços

  2. Sejam todxs muito bem vindos, os que apoiam a nossa causa.

  3. Gostei da resposta ao jornalista e me identifico e apoio o movimento. Concordo que é “a parte que nos cabe desse latifúndio” combater a ilegalidade e o desmando de quem se acostumou a mandar ao invés de governar.

  4. Olá!

    Meu nome é Tatiana.Quem passou o contato foi a Kátia Karan.Deixei um recado pro Enrico ontem.Estou organizando,junto com amigos,uma manifestação VETA DILMA,contra o novo código florestal.Hoje,as 16h vamos nos reunir no anfiteatro do parque do Cocó.Se puderem apareçam por lá.E divulguem tbém…ah,a manifestação vai ser domingo,dia 6,as 9h,na beira mar,com saída em frente ao boteco praia.Abraço Tatiana

  5. […] Nossa característica desde a origem foi a pluralidade, a abertura e a informalidade. Quanto mais melhor, por isso mesmo nunca escolhemos nossos aliados nem nossos inimigos. E até porque respeitamos muito os anarquistas que fazem parte desse ajuntamento,  cuidamos de permanecer livres da lógica eleitoral. Precisamos de todos, independente de partido. E já que você insiste, devolvemos essa carapuça que talvez te sirva. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s