9 Comentários

E por falar em Acquario…

Prezado Julio,

Ler o seu lúcido artigo  AS RACHADURAS NO ACQUÁRIO DO CEARÁ me serviu de grande consolo. É bom saber que não estou só na minha indignação diante da forma com que esse megalomaníaco e irresponsável projeto foi sutilmente imposto à opinião pública, num meticuloso processo de alienação. Além disso, é confortante contemplar a manifestação de observadores qualificados.

O processo de alienação a que me referi, procurou, de um lado, cooptar nossa mídia”, já tradicionalmente dócil aos poderosos locais. Abafaram-se as vozes críticas até a criação do fato consumado. Num outro flanco, o “lobby” pró-acquário evitou habilmente o aprofundamento do debate, além d e mobilizar uma série de defensores influentes, quase sempre ligados a interesses empresariais. Além disso, ainda tivemos as fanfarronices de Ciro Gomes, que chamava os críticos do “acquário” de integrantes de um pacto de mediocridade e de uma barca furada. Infelizmente, parece-me que o Estado Acquarista triunfou. Vejo uma opinião pública, se não indiferente, em sua maioria seduzida pela honra bairrista de ter um dos maiores aquários do mundo e pelas promessas de impulso econômico para a cidade.

Desde que soube dessa iniciativa do Governo Cid, tive uma inquietante intuição. Essa inquietação só aumentou quando descobri, meio por caso, uma iniciativa semelhante no Rio de Janeiro. A Folha de S. Paulo anunciava em maio de 2009 a construção do maior aquário da América Latina, ao custo de 110 milhões de reais. Pois é! A cidade de maior expressão turística de nosso país se contentou com um aquário muito mais barato que o nosso.  Além disso, o aquário carioca será todo tocado pela iniciativa privada. Esses cearenses são mesmo “machos”!

Voltando à seriedade, pergunto-me por que o nosso influente Governador não sensibilizou seus tantos amigos empresários a seguirem o exemplo carioca? Bastaria uma parceria envolvendo Ivens Dias Brancos (agora um dos homens mais ricos Brasil e do mundo, segundo as listas atualizadas dos milionários), Beto Studart, Pio Rodrigues Neto, Yolanda Queiroz, Júlio Ventura, José Carlos Pontes e aquele do Grupo Christus, cujo nome me escapa. Mas para que usar dinheiro privado quando temos um Governador entusiasta da Biologia Marinha?

Para que você tenha uma idéia da disparidade dos custos dos dois aquários aqui tratados, basta comparar os pisos salariais dos serventes estabelecidos pelas Convenções Coletivas vigentes de 01/03/2011 até 29/12/2012. No Rio, esse piso era de R$ 869,00 contra R$ 577,50 no Ceará, equiparado, a partir de janeiro ao salário (R$ 622,00) mínimo, por razões óbvias. Portanto, a mão de obra na Construção Civil carioca é cerca de 40% mais cara que a nossa. E ainda assim, a orgulhosa locomotiva do turismo brasileiro dispõe-se fazer um aquário imponente por menos da metade do prpoposto pelo delirante Governo Cid.

À guisa de desabafo, deixo-lhe uma nota que encaminhei ao Jornalista Edilmar Norões.

Como se não bastasse, o  Castelão é outro escândalo muito semelhante na irresponsabilidade, falta de transparência e inutilidade, pelo menos para este  desiludido Dom Quixote.

Cordialmente,

Dorelland Ponte Lima

Anúncios

9 comentários em “E por falar em Acquario…

  1. Dorelland,

    Ou vc é um sujeito muito mal informado ou é simplesmente um idiota reclamão.
    Você por ignorância pura ou por leviandade está comparando duas coisas bem diferentes:
    – O aquário do Rio de Janeiro não existe. Não existe NINGUÉM pagando, fazendo, planejando, construindo ou qualquer coisa que o valha.
    – SE ELE UM DIA FOR FEITO (porque não existe “iniciativa privada” coisíssima nenhuma) saiba, grande reclamão desinformado, que ele terá 4,3 milhões de litros. Para seu conhecimento o Acquário Ceará terá 15 milhões de litros. Isso lhe diz alguma coisa?
    – Vou facilitar pra vc, pois pode ser que vc tenha dificuldade em fazer contas: o quem-sabe-um-dia aquário do Rio é MENOS DE UM TERÇO do tamanho do Acquário Ceará e CUSTA QUASE A METADE.
    – Se nós seguíssemos uma lógica matemática (que parece que vc não tem o menor interesse em seguir…) é só multiplicar os alegados R$ 110 milhões do aquário do RJ por 3…………. aí a conta chega a R$ 330 milhões. Ou seja, estamos fazendo um aquário por menos R$ 80 MILHÕES do que eles fariam.
    – Mas ainda assim, em um argumento simplesmente estúpido, vc afirma que os empresários: ………”Ivens Dias Brancos (agora um dos homens mais ricos Brasil e do mundo, segundo as listas atualizadas dos milionários), Beto Studart, Pio Rodrigues Neto, Yolanda Queiroz, Júlio Ventura, José Carlos Pontes e aquele do Grupo Christus, cujo nome me escapa”…………deveriam fazer o aquário com o dinheiro deles.
    Por que vc afirma isso, pequeno paspalho? Vc está esquecendo que dinheiro é igual em todo lugar e se algum empresário quiser fazer um aquário, ele faria em locais de maior renda per capita, de forma a obter mais LUCRO?……….pois, caso vc não saiba, essa é a lógica que orienta a iniciativa privada.
    – Contudo o Cid Gomes não é empresário. Ele é o governador do Ceará. Para ele interessa que este empreendimento se instale aqui. Já que claramente a iniciativa privada não vai se condoer e fazer aquário nenhum aqui, cabe ao governo propor um plano de desenvolvimento. Ele tem fé que o turismo é uma enorme vocação do Ceará e pode ser o motor de um grande progresso econômico do estado. Eu concordo.
    – O turismo é responsável por quase 20% dos empregos do planeta. Seria ótimo se ele puder realmente expandir a atividade econômica deste estado tão pobre em vocações econômicas.

    O Acquário será feito, a despeito desta gritaria politizada-demagógica.
    E vai cumprir o que prometeu.

  2. 1. por que não contextualiza sem desqualificar a outra pessoa?
    2.o aquário pode ser feito sim, contanto que não haja impacto ambiental, não prejudique a comunidade do poço da draga, esteja dentro da lei [eia-rima, rist, alvará da semam, parecer favorável do iphan, etc], que tenha um planejamento e uma transparência. vivemos numa democracia. da mesma forma que o governo do estado não pode fazer algo fora da lei nós também não podemos impedir algo que está correto, bem planejado e pensado na comunidade, no cliente cidadão que é a sua satisfação é o objetivo de uma política pública.

  3. Pelo menos houve concurso para concessão do espaço público e para o projeto. http://www.riotemporada.com.br/2008/aqua-rio-o-maior-aquario-da-america-latina-sera-do-rio-de-janeiro/
    Agora se é para comparar custos 25 mil m² de área construída no RJ, no CE 21 mil m², parece bem próximo e considerando a diferença de mão de obra, estaríamos com um custo bastante aproximado, com tendência de ser menor no CE.
    5,4 milhões de litros de água contra 15 milhões no Ceará, bom em primeiro lugar vai ser bastante água para a área construída, mas o número de espécies e animais volta-se a aproximar.
    O que determina de fato o custo? A área construída, a quantidade de água? A quantidade de animais/espécies.
    Não sabemos, porque não temos acesso às planilhas de custo, coisa que teríamos se o projeto tivesse sido escolhido por concorrência pública.
    Como também a construção não passa por licitação, acho bastante plausível que se questionem os custos. Até que seja transparente para a sociedade.

    Se você, Claudia Marina, tiver acesso a esses número, isso muito nos interessa, porque num processo assim todos os questionamentos são válidos.

    Recomendamos também que se leia a nota enviada com o .pdf

  4. O Acquario do Ceará é que não existe.
    1. Não há nem verba.
    O governo está contando com um emprestimo do Ex-in Bank que não empresta dinheiro, apenas AVALIZA. Esse processo ainda vai ser analisado pelo Tribunal de Contas para ver se nao houve vicio de inexigibildade posto que a lei americana nao suplanta a lei 8.666 que obriga a abrir concorrência e ainda vai ser passado no Senado.
    Isso se até lá a o EIA/RIMA não tiver sido cassado graças a várias irregularidades apontadas que foram encaminhadas à procuradoria em sede em Brasilia que conta com uma equipe multidisplinar e está avaliando o relatório com toda seriedade e isenção que a SEMACE jamais teve
    2. Nem projetista há pois que questionamos junto ao Ministério Público que não houve licitação para o projeto e nenhuma relação institucional entre o projetista da maquete e o governo.
    3. Não há verba, a licença é mais furada que peneira, não há Acquario Ceará. Só marketing.
    Não somos nós que dizemos, é o Ministério Público Federal que nos informou hoje.

    E você, Cláudia Marina pode avisar a pessoa que está te pagando que aperfeiçoe o discurso pois esse que você postou não convence mais. O rei está nu.

    Você pode até ser favorável ao Acquario mas seja favorável também à transparência. É só o que queremos,

    Se quiser ver o audio do papo com a procuradoria: http://www.youtube.com/watch?v=_eDPrKvcuSI

    • Primeiro, ninguém me paga para nada.
      Sou uma cidadã e estou exercendo o meu direito de me indignar com as mentiras e distorções caipiras que vcs estão publicando aqui.
      Contudo, vc tem razão…. Não vou perder meu tempo explicando nada a vc.
      Vc só fala da boca pra fora que quer o “debate”…. E não é nada disso.
      Eu vi a entrevista pra lá de tendenciosa que foi feita com o Procurador Sales, e a entrevistadora, querendo dar ares de “jornalismo-denúncia” tentando enfiar palavras na boca do Procurador….que não é nada bobo e manteve o discurso tranquilo e imparcial.
      Sei que vai doer no seu ego “contra-tudo-isso-que-está-aí”, mas o seu provincianismo não vai prevalecer.
      O Acquário vai ser feito e vai cumprir o seu destino de elevar o Ceará, jogando na lata do lixo da história esse discurso jeca, bairrista e burro de comunista de boteco.

  5. Oi Claudia Marina, ou será ImagicMan?
    Já conheço você de outros fóruns e sei que você defende esse projeto com garra. Agradecemos sua atenção a esse blog.
    Só pedimos transparência com o dinheiro público, isso pode ser jeca e caipira, ou cafuçu como preferimos, mas é a lei. E assim, temos o direito de ser jeca e caipira.
    Afinal, serão 10 anos para pagar o empréstimo, ou seja, o governo vai acabar, a maquete vai se estragar e nós ficaremos com mais uma grande obra para pagar.

  6. Pensamento bem simples, bem claro como costumam ser os de matutos quando sentem espertalhões nas redondezas:
    Se existem outras empresas americanas que fizeram aquários maiores que esta empresa, porque o Ex-Im Bank só emprestaria dinheiro para esta? Será que o Governo dos Estados Unidos está sabendo deste peixe debaixo do angu? Desde quando nos Estados Unidos a concorrência entre empresas foi abolida? Qual será a reação oficial do governo americano diante desta ausência de concorrência?

  7. Não sei. Vamos perguntar a eles? Acho um bom indício a se pesquisar, mas, de qualquer forma, a concorrência só é legitimada aqui no Brasil, via licitação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s